terça-feira, 22 de maio de 2012

FILME O "ANJO" EM CLIMA DE SUPER PRODUÇÃO

No último domingo, dia 20 de Maio, a equipe de produção do filme "O Anjo" preparou a cena 6 com tanto esmero e dedicação que as pessoas presentes sentiram-se como se estivessem participando de uma super produção cinematográfica. Estamos longe de termos essa pretensão, mas, diante de tantos detalhes cuidadosamente pensados e executados, até nós nos sentimos assim. Nossos produtores Ivone e Luiz foram além do imaginável para fazer o melhor pelo filme. Isso se chama dedicação e comprometimento.
André e Rafael na grua, sob os cuidados do produtor Luiz  Miranda.
Toda a equipe técnica, atores e figurantes estavam prontos às 7h da manhã, como havia sido agendado. 20 figurantes formados por amigos e familiares atenderam ao nosso chamado, e juntaram-se à equipe de produção.
Guilherme Nau testando o microfone boom enquanto o diretor dá algumas orientações.
Como acontece em todos os nossos encontros, antes de iniciarmos os trabalhos fazemos a nossa oração inicial, pedindo aos amigos da espiritualidade amparo e orientação, para que tudo transcorra em perfeita ordem e harmonia. A oração desse dia ficou por conta de nosso presidente da 4ª URE-SC, Sílvio Schmidt, que também participa ativamente do filme.
Dilva, Marise, Tati, Nilto (alto), Sílvio, Ana, Sandra Flor (fundo), Gabriel,
Sandra Regina (fundo), Juçara (fundo), Rose, xxx, Suli e Léo.
A locação escolhida para a Cena 6, a mais importante da primeira parte do filme, foi o Parque Ramiro Ruediger, em Blumenau. O Sr Geraldo, administrador do parque, cuidou para que a área destinada às filmagens fosse isolada para que tudo transcorresse bem.
Parque Ramiro Ruediger - Equipe preparando a locação.
Improvisamos uma grua utilizando um caminhão cedido gentilmente pela Guindastes Eduardo. Uma gaiola presa ao guincho suspendeu nosso cinegrafista Rafael Niess a uma altura de 16 metros O André aproveitou a carona para fazer imagens lá do alto para nosso Making Of. 
André e Rafael Niess. Sacrifícios pela melhor imagem.
Para essa importante cena do filme precisávamos de um carro de resgate. A Sgto Érica nos abriu as portas da guarnição e nos apresentou o Maj Henrique, que atendeu prontamente nosso pedido. O Sgto Zeferino comandou a operação e enviou uma viatura com três socorristas ao nosso set de filmagens: o Sd Leonardo, o Sd Butzke e a Sd Luiza,que atuaram no filme, simulando o seu trabalho do dia-a-dia.  Nossos sinceros agradecimentos ao Corpo de Bombeiros de Blumenau.
Viatura do Corpo de Bombeiros de Blumenau
Para que as gravações pudessem ser realizadas com segurança, a Guarda Municipal de Trânsito interditou por 2 horas a rua de acesso ao Fórum. Nossos agradecimentos ao coordenador Marcelo que autorizou o bloqueio, e ao guarda Flávio, que orientou o trânsito no local.
Rua Zenaide Santos de Souza (rua do fórum) interditada para as filmagens
A produção que deu o maior trabalho foi a transformação do carro do nosso produtor Luiz Miranda em um carro acidentado. Isso só foi possível graças a duas empresas que não mediram esforços para nos auxiliar: a Blurodas, que cedeu um capô amassado e um farol quebrado; e a Latoaria Hélcio, que fez a troca das peças originais pelas estragadas e, para dar mais realismo, também desmontou a grade e soltou o pára-choque dianteiro. 
Oficina de Latoaria (funilaria) Hélcio
A caracterização do carro batido no táxi do Seu Antônio ficou por conta de um adesivo com uma placa falsa e um luminoso TÁXI. O toque final foi o pára-brisa quebrado, que foi feito com tiras de fita adesiva coladas de forma irregular. 
A transformação do carro do Luiz e da Ivone em um táxi acidentado
O trabalho do dia começou cedo para todos integrantes da equipe. Os atores iniciaram a sessão de maquiagem e cabelo às 04h da manhã! Todos tiveram que acordar mais cedo para cumprirem a tarefa a qual se propuseram: levar a mensagem espírita através da arte. A nossa querida Rose, responsável pelo Make Up, foi incansável, e ficou até o final das filmagens dando os devidos retoques nos nossos atores.
Rose e Léo sob o olhar atento de Sílvio
Antes de começar a gravar é preciso muita concentração. Os atores precisam buscar a emoção que a personagem precisa apresentar para que a mensagem seja transmitida da melhor forma possível.
Momento de concentração
Com tudo pronto para as filmagens e com o texto na ponta da língua, estava na hora do primeiro "gravando" do diretor. Mais uma vez nossos atores se superaram e foram além das expectativas. 
Não teve quem não se emocionou de verdade
Antes de qualquer gravação, a Diretora de Elenco Juçara Quintana passa o texto e orienta todos os atores, para ter a certeza de que a cena sairá como o planejado. Isso é profissionalismo.
A Diretora de Elenco Juçara Quintana dá as últimas orientações aos nossos atores mirins
O que mais surpreendeu nesse dia foi o perfeito entrosamento de toda a equipe. Direção, elenco e produção trabalharam em perfeita harmonia, sintonizados com a espiritualidade maior, que nos amparou e nos orientou em todos os momentos.
Tudo ocorreu em perfeita sintonia
Mas o espetáculo ficou mesmo é por conta da belíssima interpretação de nossos atores. Não teve quem não se comovesse com a atuação do Meireles, da Cris, do Fabrício e do Léo na cena do acidente.
Atuações brilhantes. O elenco se superou.
Nossos atores arrancaram lágrimas verdadeiras de muitas pessoas que assistiam ou participavam da gravação. Algumas cenas feitas pelo diretor Marcelo Niess ficaram tremidas e precisaram ser regravadas. Mal de Parkinson? Não, não. É emoção, mesmo.
Sandra Flor e muitos outros não conseguiram conter as lágrimas verdadeiras
A Cris e o Fabrício incorporaram as suas personagens de forma quase que mediúnica. Eles passaram aos assistentes a certeza de que a Anita e o Jonas estavam ali de verdade. 
Cris e Fabrício ou Anita e Jonas? Atores e personagens em perfeita simbiose.
Com seu jeitinho angelical, Léo Vinicius encantou a todos. Era preciso que tivesse sempre alguém ao seu lado para impedir que as pessoas estragassem sua maquiagem com beijos e abraços. Mas, muito mais que um rostinho bonito, esse menino tem talento. 
Léo Vinicius. Xodó de todos.
O figurino do nosso filme e os objetos de cena foram planejados pela nossa artista plástica Sandra Regina dos Santos, com a ajuda constante de sua fiel escudeira Dodô, Belo trabalho, meninas.
Sandra Regina (figurinista) com Juliano (contra-regra)
O destaque do dia ficou por conta da descoberta de um novo talento. Lucas veio para fazer uma ponta no filme, mas mostrou que tem muito potencial. Boa dicção, tom de voz suave, interpretação excelente, expressões e gestos condizentes com sua personagem seduziram o diretor Marcelo Niess. Será que esse menino vai estar no próximo filme produzido pelo do Setor de Cinema da 4ª URE da FEC? Vamos esperar para ver. Isso só depende dele.
Lucas no papel do cadeirante Serginho
Alguns segundos depois do "corta" do diretor, a cesta usada na cena do pic-nic da família desapareceu. Foi encontrada completamente vazia no porta-malas do carro do diretor. O que será que aconteceu com o lanche que estava ali dentro?
Momento de relaxamento. Mas foi só um momento mesmo!
Um longa-metragem que se preze tem que ter um continuísta. Essa missão quase impossível ficou por conta da Dilva que, com sua câmera digital, registrava tudo, para depois conferir se os atores e os objetos de cena estavam posicionados corretamente, como no take anterior.
Dilva Zeferino (continuísta) sempre a postos.
Nossa equipe de Making Of estava muito atenta, e não perdeu nada. Marcos Tullio (vídeo), Alexandre (foto) e Fernanda (foto), fizeram um trabalho brilhante. Todas as fotos que ilustram esta postagem foram feitas pela Fernanda Kafka, que mostrou pleno domínio de seu equipamento de trabalho. 
Marcos Tullio (Making Of) em ação
Alguns moradores ilustres do parque vieram reclamar da invasão do seu espaço, e botaram a equipe para correr. Depois de verem que somos do bem, sossegaram e voltaram para o lago. Ufa! Que susto!
Gansos do Parque Ramiro
As próximas cenas a serem gravadas serão muito reveladoras, e por causa disso não poderemos mostrar muita coisa aqui no blog. Como toda obra cinematográfica, temos que preservar as surpresas para manter o interesse em assistir ao filme, senão perde a graça, não é mesmo? Mas os bastidores da produção e a preparação dos atores estarão sempre em destaque nas nossas matérias. Continue acompanhando as notícias e divulgando nosso trabalho. Os maiores beneficiados disso não seremos nós, mas os corações necessitados da mensagem que pretendemos transmitir com nosso filme. Esta postagem ficou um pouco longa, mas esperamos que você tenha gostado.


Abraços fraternos,


Marcelo Niess
Diretor
marceloniess@hotmail.com









Um comentário:

  1. Nilton Cesar Kafka25 de maio de 2012 16:18

    Realmente Marcelo as cenas foram espetaculares,os atores são maravilhosos e a equipe por demais comprometida! Tenho a certeza que a mensagem será transmitida a todos com êxito!! Parabéns!!!!

    ResponderExcluir